6 jogos divertidos para jogar em família


Já estamos no outono, que traz consigo alguns dias de mau tempo, mas isso não nos impede de aproveitar ao máximo com toda a diversão! A Bali apresenta-nos imensas ideias fantásticas de jogos super divertidos e educativos para que as tardes de mau tempo sejam mais amenas.


1 - Que animal sou? Façam vários papéis com diferentes animais e coloquem-no num recipiente dobrados para que não se vejam. À vez, peguem num papel e representem através de mímica o animal que vos seja atribuído. A Haku recomenda emitir sons onomatopeicos, as risadas estão garantidas!

2 – A Bali adora música, e tu? Podem criar um karaoke improvisado, para tal basta pôr a tocar a música que preferirem e descobrir qual é o membro da família mais afinado e que sabe melhor a letra. Também podem procurar um clipe de vídeo no Youtube, memorizar a coreografia e reproduzi-la, de certeza que todos se vão rir imenso a dançar.

3 – A árvore genealógica: desenha a tua árvore genealógica e descobre quem eram os teus antepassados. Apenas precisas de uma cartolina ou folha grande e ir desenhando em cada nível da árvore filhos, pais, avós… A árvore genealógica ajuda-nos a conhecer um pouco mais sobre a nossa família, as profissões e as principais qualidades dos seus membros. É um jogo que gera bastante curiosidade e se revela muito divertido e interessante.

4 – Em busca do tesouro perdido: escondemos um objeto em casa e vamos dando algumas pistas para que o jogador o encontre. Para além das pistas, o clássico "frio, gelado" ou "quente, a escaldar" ajudará bastante quando o jogador estiver demasiado longe ou muito perto do objeto.  As pistas podem ser adivinhas, cálculos matemáticos fáceis, provas como cantar, recitar ou superar uma prova física. Podem estabelecer-se etapas e em cada uma dar uma pista maior que nos aproxime do objetivo final que é "O grande tesouro".
Estes tipos de jogos apuram o engenho e estimulam a imaginação. São jogos que contribuem para potenciar a resolução de problemas e a memória.

5 – A letra proibida: este é o jogo preferido do Doc! Sentamo-nos em círculo e vamos falando sobre um tema qualquer. A dificuldade está em que quem manda dizer que é proibido pronunciar uma letra, por exemplo a letra "S" e assim se formarão frases muito divertidas e a diversão está garantida. Exemplo do resultado: Alguém diz: "Sabes como se chama esta menina?" Resposta: "Sim, chama-se Sara", agora sem pronunciar a letra "S", que substituiremos por outra letra qualquer, por exemplo a letra "C": "Cabes como ce chama ecta menina? Cim, chama-ce Cara" XD

6 – Jogos simples de matemática O Matt também adora estes! Cria o teu próprio baralho de cartas com cartolinas com números (com um só dígito se as crianças forem muito pequenas ou de 2 ou mais dígitos se já forem um pouco maiores). Também se podem colocar símbolos de adição, subtração, multiplicação ou divisão (consoante o nível de dificuldade que se pretende obter). Divide-se o baralho e o jogador deve tirar duas cartas com números e uma carta de símbolos e depois resolver o cálculo. Isso promove a agilidade mental para o cálculo matemático.

O mais importante é ter sempre em conta que o melhor dos jogos é divertir-se, criar bom ambiente e gerar mais confiança e proximidade entre a família. Todos a jogar!




Voltar